CONSCIÊNCIA COLETIVA

Tag archive

Diogo Stanley

à la carte digital 1 : dicas para atravessar agosto

em à la carte/Opinião por

Aqui está a nossa lista com dicas cobre cinema, música, HQ, viagens e muito mais. O à la carte digital sairá sempre na primeira semana de cada mês e em breve teremos também uma pequena versão impressa, que será distribuída em pontos específicos da cidade do Recife. Segue a nossa turnê :

Continue Lendo

O que achamos: Velozes e Furiosos 8

em Cinema/O que achamos por

Velozes e Furiosos é aquele tipo de filme de ação em que tudo é megalomaníaco. Corridas, colisões e efeitos especiais ganham doses cavalares de adrenalina para deixar a plateia e os/as amantes do gênero em êxtase. Na oitava edição de uma das franquias de maior suce$$o do cinema, o público vai conferir mais uma produção repleta de brigas, muita testosterona e pouco compromisso com as leis da física. Aliás, é bom lembrar aos/às desavisados/as que a realidade não é foco do filme e os Velozes, além de Furiosos, são praticamente semideuses, quase imortais.

Continue Lendo

Crash – No limite dos nossos Preconceitos

em Comportamento/Opinião/Pernambuco por

Dia desses, estive em um dos maiores shoppings aqui do Recife, daqueles que tem de quase tudo dentro: academia , agências de viagem, lojas de automóveis, joalheria, teatro, cinema e afins. Um lugar em que ser mega é sinônimo de status, gigante também foi a falta de respeito e discriminação que presenciei. Estava saindo de uma livraria e seguindo para a escada rolante no piso inferior quando percebi que um dos seguranças do shopping estava seguindo, insistentemente, três garotos que circulavam pela alameda. Os três adolescentes, obviamente, não se enquadravam no arquétipo de consumidor idealizado pelo esquadrão da burguesia. Eles…

Continue Lendo

O nosso Black Mirror de cada dia

em Séries/TV e Séries por

Curte no Insta. Posta no Face. Faz check-in no Swarm. Publica no Twitter. Avalia no Foursquare. Manda áudio no Whats. Nudes no Snapchat. Tudo assim, quase instantâneo e não necessariamente nesta mesma ordem. Fazemos isso várias vezes ao dia, em casa, na faculdade, no bar com a galera, no banheiro e até mesmo antes de morrer. Dizer que usamos as redes sociais pra tudo hoje em dia beira o clichê. Afirmar que a tecnologia está cada vez mais presente também não é nenhuma novidade. Mas, assistindo recentemente a série Black Mirror percebo que o apocalipse tecnológico pode estar bem mais…

Continue Lendo

O que achamos: Anjos da Noite: guerras de sangue

em Cinema/O que achamos por

Após um hiato de quatro anos, chega às telonas o quinto filme da saga Anjos da Noite. Com o subtítulo Guerras de Sangue, a produção retoma o conflito entre vampiros versus lycans e a batalha de Selene contra os dois clãs. A heroína novamente é caçada pelas duas raças e tem a difícil missão de salvar a própria vida e a da filha. Com quatro filmes no currículo, Anjos da Noite é uma franquia irregular que aborda um tema bem conhecido da sétima arte, a luta entre vampiros e lobisomens. O primeiro longa estreou em 2003 com orçamento de 22…

Continue Lendo

O que achamos: Elis (O filme)

em Cinema/O que achamos por

Repórter: Qual sua opinião sobre o que está acontecendo no Brasil? Elis: A barra tá muito pesada, o País tá sendo governado por gorilas, sem querer ofender os gorilas! (Holanda, 1969) Este trecho da coletiva de imprensa durante turnê realizada na Europa revela a espontaneidade e o jeito sincero da cantora Elis Regina. Se hoje os artistas do mainstream nacional evitam falar sobre política e temas espinhosos, a Pimentinha não hesitava em revelar suas opiniões sobre a ditadura militar, a rigidez do mercado fonográfico e a censura de suas músicas. Entretanto, a ousadia marcante da cantora faltou aos realizadores do…

Continue Lendo

O que achamos: Ouija (Origem do Mal)

em Cinema/O que achamos por

Hi friends! Nunca jogue sozinho, nem no cemitério, e no final sempre diga adeus. Essas são as principais regras do Ouija, jogo que conecta os participantes com os espíritos. O universo do tabuleiro macabro já teve algumas incursões no cinema com produções medianas que não entusiasmaram a crítica. Diferentemente de seus jogadores, Ouija (2016) não arrisca e segue o roteiro básico do thriller, sendo apenas mais uma produção do gênero. Ouija: Origem do Mal (2016) é um prequel de Ouija: O Jogo dos Espíritos que foi lançado em 2014 e teve uma surpreendente bilheteria de 104 milhões. Pegando carona nesse…

Continue Lendo

Revisitando : Karina Selvática

em Lançamento/Música por

Refaço! Rechaço! Não lhe devemos nada Não nos verás na escuridão como capacho… Esses são os primeiros versos de selvática, faixa-título do terceiro trabalho da baiana-pernambucana Karina Buhr, e sem dúvida resumem bem o que a cantora quis dizer ao público neste álbum. “Fui inspirada pelos animais selváticos e pela maneira como as mulheres são descritas nas narrativas sagradas”, disse a cantora em uma entrevista. Lançado em setembro de 2015, o disco gerou polêmica logo na divulgação. O Facebook censurou a foto da capa, porque aparecem os seios da cantora. Prontamente, várias outras pessoas saíram em solidariedade à artista e…

Continue Lendo

O que achamos: Angry Birds, diversão para todas as idades

em Cinema/O que achamos por

Um recurso lucrativo e muito utilizado no cinema é adaptar para a sétima arte histórias de outros universos. Livros, HQs, jogos de video game, séries e reportagens de TV já viraram roteiros de suce$$o para os grandes estúdios. Em Angry Birds, a Sony Pictures aposta em um novo filão desse mercado, a adaptação de aplicativos de celular para as telonas. Pela empolgação da companhia e do público, a iniciativa tem tudo para dar certo. Inicialmente lançado em 2009 como app para celulares do sistema iOS, Angry Birds rapidamente virou uma febre entre os consumidores da Apple. Não demorou muito para…

Continue Lendo

Crítica: Independence Day – O Ressurgimento

em Cinema/O que achamos por

2016 é o ano das continuações na indústria do cinema. X-Men, Tartarugas Ninja, Invocação do Mal, Capitão América, Super-Homem estão entre as produções que tiveram suas histórias estendidas recentemente. Nesse filão das releituras e sequências chega às telonas Independence Day – O Ressurgimento. A produção é cercada de efeitos especiais, aventura e muita ação para contar a história de uma nova invasão alienígena na terra. O filme se passa 20 anos após o primeiro ataque extraterrestre, evento mostrado no primeiro longa lançado em 1996. Vários atores estão novamente no elenco interpretando os mesmos papéis, a exceção é Will Smith que…

Continue Lendo

Ir para o Topo
Pular para a barra de ferramentas