CONSCIÊNCIA COLETIVA

Tag archive

Animação

Sia lança ‘Rainbow’, clipe para música do filme ‘My Little Pony

em Cinema/Fique de olho/Novidades por

Sia juntou-se a jovem dançarina Maddie Ziegler, para a divulgação do clipe da música “Rainbow”, composição da Sia feita especialmente para a trilha sonora de “My Little Pony: O Filme”, que chega aos cinemas de todo o país no dia 5 de outubro.

Continue Lendo

Saiba mais sobre Lino, nova animação brasileira

em Cinema/Fique de olho por

Imagine a confusão que um gato do tamanho de uma pessoa causaria ao correr pela cidade. É o que acontece em cena recém-divulgada de “Lino”, animação nacional que chega aos cinemas de todo o Brasil na próxima semana. Transformado em um gatão, o personagem principal do desenho acaba assustando pedestres e atraindo a atenção de policiais que procuram um ladrão. É nesse momento que Lino conhece Pestinha, a garota que acompanhará suas aventuras do começo ao fim. 

Continue Lendo

O que Achamos: Meu Malvado Favorito 3

em Cinema/O que achamos por

Se você estava sentindo falta, finalmente Gru e seus Minions estão de volta aos cinemas com o divertido Meu Malvado Favorito 3. O filme garante um entretenimento bem dosado, nos entrega um ótimo vilão e consegue fazer uma critica a si mesmo com muito humor. 

Continue Lendo

Minha Vida de Abobrinha, quando o olhar da criança é o verdadeiro protagonista.

em Cinema/O que achamos por

Que o cinema de animação vem nos surpreendendo não é novidade, o que talvez não esperássemos é que ele fosse tão competente no retrato que faz do mundo que nos cerca. Hoje vi Ma Vie de Courgette/ Minha Vida de Abobrinha, um filme francês, lançado ano passado e que concorre ao Oscar de melhor animação. Não falarei das questões técnicas e da visível qualidade da produção (destaque para a trilha sonora), porque os argumentos do filme são, para mim, o seu maior trunfo.

Continue Lendo

Dica de filme: A Casa de Pequenos Cubinhos, uma animação sobre a permanência

em Cinema/Indicações por

Esse curta de 2008 é sem dúvida um dos melhores filmes que vi esse ano. Disponível na netflix,  foi originalmente realizado no Japão e dirigido por Kunio Kato (que tem uns 13 trabalhos no curriculum e quase todos muito bons). Sem diálogos e com 12 minutos de duração, o roteiro conta a história de um homem que vem salvando a sua casa de inúmeras inundações, sempre construindo um novo andar com tijolos. Certo dia ele deixa cair um cachimbo e faz um mergulho em busca do objeto. A partir desse momento somos levados poeticamente para uma jornada que acaba se tornando também um…

Continue Lendo

Sing – Quem canta seus males espanta e a eterna busca pela realização dos sonhos

em Cinema/O que achamos por

Sing é uma deliciosa brincadeira que nos convida o tempo todo a embarcar na jornada dos seus heróis. Dirigido e roteirizado por Garth Jennings, conhecido por Todo Mundo Quase Morto e O Guia do Mochileiro das Galáxias. O filme conta a história do Coala Buster e da sua paixão pelo teatro desde muito cedo, o sonho de ter um teatro vira um pesadelo quando o produtor musical não consegue mais pagar as contas e está prestes a perder o seu Teatro. Uma ideia brilhante o acomete, fazer um concurso com pessoas comuns e a confusão começa quando a sua secretária,…

Continue Lendo

Review: Trolls (um filme sobre o consumo da felicidade)

em Cinema/O que achamos por

As animações possuem como característica singular conseguir falar a adultos e crianças sobre temas nem sempre fáceis de maneira bonita e sensível. Trolls, nova produção da Dreamworks, tem como assunto principal de sua narrativa a felicidade e o caminho para consegui-la. O filme, que estreia no Brasil uma semana antes da estreia mundial, retrata a vida de dois povos: os Trolls e os Bergens. Os trolls são um povo de cores vibrantes que possuem como característica a felicidade, conseguida por meio do canto, da dança e do abraço, tendo horas específicas para cada ação, inclusive. Os Berguens, ao contrário, é…

Continue Lendo

O que achamos: Angry Birds, diversão para todas as idades

em Cinema/O que achamos por

Um recurso lucrativo e muito utilizado no cinema é adaptar para a sétima arte histórias de outros universos. Livros, HQs, jogos de video game, séries e reportagens de TV já viraram roteiros de suce$$o para os grandes estúdios. Em Angry Birds, a Sony Pictures aposta em um novo filão desse mercado, a adaptação de aplicativos de celular para as telonas. Pela empolgação da companhia e do público, a iniciativa tem tudo para dar certo. Inicialmente lançado em 2009 como app para celulares do sistema iOS, Angry Birds rapidamente virou uma febre entre os consumidores da Apple. Não demorou muito para…

Continue Lendo

Ir para o Topo
Pular para a barra de ferramentas