CONSCIÊNCIA COLETIVA

Author

Weslley Leal

Weslley Leal has 8 articles published.

Um aspirante à família Martell, que enlouqueceu o Chapéu Seletor com sua determinação de ir pra Sonserina. Adora uma problematização, afinal raiva leva ao lado sombrio! Integrante do Conselho Anallógicxs, faz jus ao seu meistrado na Cidadela com suas divagações de Bergman à performance Madonnística.

O que achamos: Resident Evil 6: O Capítulo Final

em Cinema/O que achamos por

Primeiramente, começo este texto baseado na premissa de que Resident Evil, franquia cinematográfica – baseada no jogo de videogame homônimo e mais conhecido como Bio Hazard no Japão, tem entre seus méritos ser uma das séries de filmes pioneiras ou pelo menos mais ventiladas, no que se refere ao gênero híbrido: película de terror, ficção científica e ação adaptada; apesar da falta de fidelidade ao material de que se origina (defendida em especial pelos fãs do game). Outro ponto importante da franquia nas telonas – sua salvação, até certo ponto, e ao mesmo tempo seu ‘Deus Ex-Machina’ às avessas, já que neste…

Continue Lendo

Homossexualidade na vida pública: um papel ainda para poucos fora das telas

em LGBTQI/Opinião por

“Ser ou parecer: eis a questão”. A consagrada frase de Shakespeare em A Tragédia de Hamlet, Príncipe da Dinamarca, parafraseada aqui, parece cair como uma luva no contexto das personalidades midiáticas, mais especificamente no dos ícones do entretenimento (cinema, televisão, jornalismo, etc.), os quais, muitas vezes, são obrigados a viverem como se seguissem roteiros no âmbito de suas próprias vidas pessoais. Primeiramente não é incomum, mesmo nós enquanto meros ‘mortais’, ostentarmos aquilo que não somos ou o que queremos parecer, em especial quando estamos sob certos holofotes – as redes sociais são provas disso. Com base nisso, quando olhamos para…

Continue Lendo

O que achamos: Star Wars – Rogue One

em Cinema/O que achamos por

Verdade seja dita, fã que se preze, quase nunca, para não dizer sempre, está pronto para se despedir daquilo que ama, e quando surgem ao menos boatos de que sua atração (seja uma série, filme ou mesmo um artista) vai lançar algo novo, é difícil que aquele mesmo indivíduo não se sinta no mínimo reconfortado com tal notícia, ainda que o resultado não seja o melhor esperado. Nesse sentido, Star Wars: Rogue One, derivado e oitavo longa metragem baseado na história original de George Lucas e que estreou na última semana, cumpre bem o seu papel. O filme, cuja narrativa…

Continue Lendo

Diversidade sexual em HQs e suas adaptações: preconceito para além das páginas?

em HQ/Nerd por

Acho que as chances são fortes. Quero dizer, é uma incumbência para nós, como contadores de histórias que estão fazendo filmes de sucesso, de fazer isso com a maior diversidade possível”. A declaração, revelada no início de maio, é do diretor Joe Russo, um dos responsáveis por Capitão América: Guerra Civil, sobre a forte possibilidade de um personagem LGBT da Marvel aparecer nos cinemas. A afirmação soa esperada, já que há pouco mais de duas décadas personagens de quadrinhos começaram a assumir suas sexualidades, diferenciadas do padrão heteronormativo, nas páginas das HQs. O fato é que a possibilidade de inserção…

Continue Lendo

Penny Dreadful: Simbiose entre sobrenatural e existencialismo que dá certo

em Séries/TV/TV e Séries por

O território do fantástico e do terror sempre foi alvo de inspiração de artistas e de fascínio do público. Mesmo obras de vanguarda, como O Grito do pintor expressionista Edvard Munch, guardam uma conexão com o inexplicável, possivelmente para nos fazer refletir sobre o que motiva uma das nossas sensações fundamentais: o medo. Presente na literatura e mais tarde no cinema e na TV, onde personagens míticas como vampiros, demônios, monstros, lobisomens, surgem inicialmente para assustar e ameaçar a vida de inocentes –  ao estilo de exemplos clássicos como Drácula de Bram Stoker e Frankenstein de Mary Shelley – ,…

Continue Lendo

Chef’s Table: ritual culinário

em Séries/TV e Séries por

Se tem um elemento que é reverenciado, até certo ponto de maneira distorcida, pelos menos naturalizados ao universo da gastronomia e mesmo entre quem já atua na área, é o chef de cozinha. Figura recorrente de filmes sobre o tema, com galãs atores e belas atrizes no papel desses profissionais culinários, como o bonitão Bradley Copper – que representa um chef com problemas de convivência no bom Burn (2015) – , o fato é que a imagem do chef sempre esteve relacionada também na cultura audiovisual à figura de alguém que é o representante máximo da arte das panelas e…

Continue Lendo

Misticismo e lágrimas na primeira metade da sexta temporada de Game of Thrones

em Séries/TV e Séries por

Contém SPOILERS  Hold the Door…Hodor! A contração que nomeia o 5º episódio desta sexta temporada de Game of Thrones e faz uma referência direta a um dos personagens mais icônicos da série devido ao seu laconismo*, entra para o rol de expressões que remetem ao caráter místico da série, como Dracarys e Valar Morgulis, a partir da exibição do capítulo do último domingo (22). O motivo? Fazendo um movimento de leitura mangá (de trás pra frente) nesta resenha, analisemos o episódio a partir do fato mais tocante e derradeiro de The Door: depois de Bran ter invadido uma visão do…

Continue Lendo

O que achamos : X-Men: Apocalipse

em Cinema/O que achamos por

Com bons fan services, X-Men Apocalipse fecha o mais recente ciclo dos mutantes no cinema reverenciando as HQs. Confesso que quando assisti pela primeira vez a X-Men: Primeira Classe (2011), título inicial da nova safra de filmes dos mutantes no cinema, não levava muita fé de que esta fase dos personagens criados por Jack Kirby e Stan Lee em 1963, nas telonas, iria vingar. Acho que era um certo ‘ranço’ de que uma adaptação, sem o olhar do Bryan Singer, sobre esse grupo tão querido por boa parte dos fãs quadrinhos, não daria certo. Um possível recalque criado depois do…

Continue Lendo

Ir para o Topo
Pular para a barra de ferramentas