CONSCIÊNCIA COLETIVA

  • caoinhaaa.jpg?fit=1280%2C720
  • liyyukukhg.jpg?fit=1280%2C720
  • fffff.jpg?fit=1280%2C720

O Melhor Filme de 2017 segundo o #anallógicos

em Cinema/Listas e Homenagens/Novidades por

Escolher o melhor filme de 2017 não foi uma tarefa fácil. Com a temporada do Oscar ainda indisponível no Brasil, o número de candidatos foi reduzido, dificultando bastante a seleção. Tivemos esse ano aproximadamente 12 filmes de super-heróis no mercado, com surpresas como Logan / Mulher-Maravilha e uma guinada inesperada do gênero suspense/terror, filmes como Corra! e It-A Coisa foram bem recebidos pela crítica e conseguiram alcançar um bom número nas bilheterias.

Os colunistas do #anallógicos sentaram na sala de problematização para decidir qual o melhor filme do ano e o resultado não surpreendeu ninguém. Confira as escolhas individuais e no final do post os comentários sobre o mais votado.

João Gusmão : Corpo Elétrico

O filme de Marcelo Caetano aborda a relação Elias (Kelner Macêdo), assistente de uma confecção de roupas, com seu corpo e sua sexualidade, e também a relação que seu corpo tem com outros trabalhadores da fábrica, tanto pela sexualidade, quanto pela afetividade. O corpo do protagonista é um catalisador de boas energias e sensações, agregando em sua volta amantes, amigos e colegas de trabalho, o que chega a incomodar os diretores da fábrica. Vale a pena conferir esse filme que aborda a liberdade sexual e corporal dos LGBTQs e as relações de poder entre os proletariados.

Carlos Henrique: mãe!

Costumo dizer que um bom filme é aquele que me tira da zona de conforto e, nesse sentido, me faz ficar pensando nele por dias até formular um grande número de hipóteses para explica-lo. Em 2017, o único que teve esse efeito sobre mim foi mãe!, do Darren Aronofsky, então, pra mim, ele é o melhor filme do ano.

Danielly Vieira: mãe!

Eu só vi filme ruim ou meio pombo desse ano e mãe! foi o único realmente bom.

Djalma Wanderley: Corra!

Vendido como um filme de terror, ele acaba trazendo o terror (ainda que de forma fantasiosa por vezes) real que a população negra em geral sofre. A excelente direção e fotografia também ajudam muito.

Victor Mendes: Planeta dos macacos – A Guerra

O filme finaliza a trilogia mostrando o final de Cezar de forma heroica e triste. E ainda mostra que o homem é seu próprio inimigo, onde eles acabam se destruindo.

Joelson Brito: A Ghost Story

O filme possui muitos pontos positivos, mas acredito que o mais marcante é sua originalidade ao contar uma história sobre vida, morte e tempo, e como essas três dimensões estão entrelaçadas. A fotografia e a trilha sonora aumentam ainda mais a qualidade do filme, e consegue nos assombrar e nos alegrar em certos momentos. Acho que esse filme ainda será bastante comentado quando começar a ganhar seus merecidos prêmios.

Raphael Alves: Uma Mulher Fantástica

Alguns filmes esse ano mexeram bastante comigo, entre eles A Ghost Story, Call Me By Your Name, Marjorie Prime e Logan, mas foi com Uma Mulher Fantástica que eu realmente senti o coração mais apertado. Dirigido pelo chileno Sebastián Lelio, do também excelente Gloria (2013), o filme conta a história de Marina, uma mulher transexual que perde o seu amor e é forçada a estabelecer um contato mais direto com a família dele – que, como esperado, não a aceita. Com uma tema relevante nas mãos e com a sensacional atuação de Daniela Vega, Sebastián nos coloca diante da complexidade do ser, revelando, sem medo, a nossa incapacidade de lidar com o desconhecido. Marina é fantástica, principalmente porque na sua jornada, ela não tem medo de ser ambígua e de dividir conosco a sua luta contra o ódio, o preconceito e a rejeição.

>> Playlist: As 50 Melhores Músicas Internacionais de 2017

 Everly: Um Limite Entre Nós

Apesar de já ter sido indicado ao Oscar e lançado nos EUA ano passado, o excelente drama com Viola Davis (vencedora da estatueta) só chegou ao Brasil em março desse ano e vale cada minuto: intenso, bem dirigido e inesquecível.

Bruno Carvalho : Logan

O melhor filme baseado no universo de heróis é, também, na minha opinião, o melhor do ano. Serviu para mostrar que “super-herói” não é gênero de filme, mas sim fonte de inspiração. Logan é um road movie dramático que toma o universo mutante como pano de fundo para mostrar a densidade de seus personagens. Saí impactado do cinema tanto pela coragem que a FOX teve, quanto pela história contada. Não que o filme seja perfeito (qual é?), mas foi a melhor surpresa que tive esse ano ao lado de “CORRA”.

O MAIS VOTADO

MULHER-MARAVILHA

Igor Icael

Diante de uma série de fiascos, a DC finalmente acerta em um filme que tinha muito pra dar errado, pois era uma tarefa, a meu ver, extremamente delicada transpor para a telona uma personagem tão icônica como a Mulher Maravilha. No entanto, a demora valeu a pena e surpreendentemente resultou em um filme que apresenta todos os aspectos de um ótimo filme de ação: personagens carismáticos e bem construídos, ritmo adequado, enredo bem estruturado, tudo isso permeado por pontuais mas certeiros momentos de humor e pela tocante motivação da personagem.

Natalia Souza

Pelo protagonismo feminino num meio essencialmente masculino que é o de heróis…e pq não vi muitos lançamentos hahaha.

Renato Alves

Mais que os pontos grandes – sucesso de bilheteria, consagração de uma diretora feminina num blockbuster e também de uma personagem que tinham dúvidas sobre o sucesso nos cinemas -, o filme trouxe de volta uma vibe muito positiva para o público, fazendo todos se apaixonarem por Diana Prince e sua cabeça muito mais ponderada do que todos os outros heróis que possuem filmes solos.

ps. Muito, muito massa ver meninas e meninos, criança ainda, reconhecendo as virtudes de uma personagem como essa, conscientes de tratar-se de uma mulher e estampando sua imagem no peito por toda parte. <3

Fique ligado que logo logo publicaremos a lista com os melhores discos de 2017!

  • Regina Berto

    Bruno, Raphael e Joelson com as melhores escolhas, não sei o que as pessoas enxergam em mãe.

Último post de Cinema

Ir para o Topo
Pular para a barra de ferramentas