CONSCIÊNCIA COLETIVA

Mais 10 Músicas Lacradoras de Drag Queens Brasileiras

em Dicas/Música/Novidades por

Um ano depois em que divulgava algumas músicas de drags brasileiras, senti a necessidade de fazer um novo post, já que muita coisa mudou até então e muitas queens resolveram enveredar para o mercado musical. Mercado este que transcendeu o nicho LGBT e passou a atingir outros públicos, tendo como principal exemplo o boom da cantora Pabllo Vittar que, em menos de 1 ano, lançou parcerias com a cantora Preta Gil e o grupo Major Lazer, além de atingir o topo das paradas musicais brasileiras com sucessos como “Todo Dia”, “K.O” e “Corpo Sensual”.

Vale salientar que muitas outras estão batalhando para alcançar novas esferas, seja queens que estão na ativa há anos, seja outras que aproveitaram o ensejo e se lançaram como cantoras também. Mas o que importa, nisso tudo, é que a arte drag está sendo divulgada e sendo percebida por novos públicos, contribuindo, assim, para a transgressão dos padrões que a arte propõe.

Sem mais muito papo, vamos conhecer mais 10 músicas maravilhosas de drags nacionais!

1. Kaya Conky “E aí Bebê”

A drag natalense Kaya é bastante popular e requisitada em várias festas no Brasil. Sua músicas são cheias de humor, ironia e críticas, de uma forma totalmente divertida e despretensiosa. “E aí, bebê” é engraçadíssima e com a letra bastante direta, é garantia de diversão certa em qualquer setlist. Kaya com certeza é uma artista drag que irá crescer muito em sua arte e é uma das próximas apostas para alcançar a projeção nacional perante o grande público.

2. Maddax “Maldita”

Maddax é uma das queens mais influentes da Paraíba, estando sempre presente nas boates e espaços na cidade, seja como DJ ou como performer. Recentemente passou a investir em sua carreira musical, com o single “Odalisca” que apresenta uma sonoridade diferente do que é apresentado pelas outras drags cantoras nacionais. Ela prima pela qualidade em seus trabalhos, e com “Maldita”, não é diferente: um pop com toques de hip hop bem construído e com uma produção que não deixa nada a desejar, pelo contrário, o clipe já possui milhares de visualizações.

3. Aretuza Lovi feat.Gloria Groove “Catuaba”

Aretuza é uma das queens da “nova geração” que possui bastante projeção e visibilidade nacionais. Ela já participou de programas como “Amor e Sexo” e inclusive já foi entrevistada por Marília Gabriela, no programa “Gabi quase proibida”. Suas músicas são verdadeiros hits,  inclusive o que é apresentado aqui, uma parceria com a drag Gloria Groove e que até hoje é bastante tocada em festas. A música conseguiu um feito notável,se tornando um verdadeiro hino da bebida do momento, a Catuaba.

4. As Baphônicas “Exército da Causação”

A deliciosa música do grupo drag “As Baphônicas” possui apenas um lyric video até o momento, mas que demonstra o quão causadora essa canção é. O grupo investe em uma mistura de pop, funk e hip hop com maestria, também valorizando a qualidade. Senti só a falta de mais músicas, já que o grupo existe há um bom tempo. É formado pelas queens Chloe Van Damme e Ravena Creole, conhecidas por suas performances incríveis e trabalho extremamente profissional.

5. Potyguara Bardo “Você não existe”

Já conhecia o trabalho da Potyguara há um bom tempo, e sempre admirei a sua capacidade de se reinventar e suas performances artísticas e causadoras. Quando ouvi essa música, fiquei impressionado com o quão diferente e bem trabalhada sua sonoridade é. Posso ser precipitado, mas sua música lembrou um pouco a Liniker, mas de uma forma totalmente própria e característica da queen. Seu som pop com toques de reggae é agradável de ouvir e já está um tempinho na minha playlist desde que foi lançada, e ainda não saiu dela ( e espero que nunca saia, pra falar a verdade).

6. Deena Love “Sombras”

Deena foi conhecida nacionalmente por sua participação primorosa no The Voice Brasil quando ganhou bastante fãs e visibilidade, lhe rendendo aparições em programas de TV e diversas entrevistas. Tanto a música e tanto o clipe de “Sombras” fazem jus ao seu talento. A maquiagem, o figurino, roteiro, letra e sonoridade são de ótima qualidade e o clipe merece ser apreciado e compartilhado. Desta feita, uma queen tão estupenda poderia ter uma maior visibilidade, já que produz material ótimo e sua personalidade é carismática, no entanto, é necessário que os próprios apreciadores da arte divulguem mais o seu trabalho e contribuam para que a mesma conquiste novos admiradores.

7. Lamona Divine “Party Girl”

Lamona é uma grande artista que descobri recentemente e através de sua música “Party Girl” podemos ter uma ideia do enorme talento que possui. Lamona é dona de uma beleza e estilo ímpares, além de uma persona musical que, tomando como base esse trabalho, é voltada para o hip hop, em uma sonoridade que lembra a gloriosa Glória Groove. Sua música é bem gostosinha de ouvir e com absoluta certeza veremos muito mais dessa magnífica queen.

8. Seketh Barbara “Bicha pague o meu dinheiro”

É impossível não controlar as risadas logo nos primeiros acordes da música “Bicha pague meu dinheiro” da queen Seketh Barbara. A gata investe em humor e canções com o único objetivo de entreter, ela já alcançou certa visibilidade sendo tal versão constantemente tocada em festas voltadas para o público LGBT. Ela é garantia de diversão e risadas certas e já tem uma ampla gama de músicas igualmente hilárias, confiram!

9. Filippa Ramona (ou Filippa Chiquitita) “Say You’ll be There”

Em um cenário inusitado ( sim, ela canta em um banheiro) e com um visual clean, Filippa tem um canal no youtube onde demonstra suas habilidades musicais. Certo que ela disponibiliza poucas canções e ainda regravações de outros artistas ( como esse incrível registro de uma música das Spice Girls) mas são de uma qualidade impecável. Ela também canta ao vivo em suas apresentações, também regravações. Sua voz é maravilhosa e com certeza se ela investisse em músicas próprias, faria também um imenso sucesso. Vale a pena conhecer.

10. Jurema Fox “Papo Reto”

A drag queen pernambucana é conhecidíssima por realizar quadros de humor e entrevistas em uma TV local, além de ter se apresentado no extinto programa “Esquenta” da Rede Globo ( inclusive proporcionando muitas risadas aos convidados). Sua música consiste num brega dançante permeado por muito humor,  que, combinada com uma personalidade carismática, garantem à queen um público cativo que respeita e se diverte com todos os seus trabalhos. Jurema com certeza se tornou um ícone da cena pernambucana, sendo sempre lembrada com carinho por todos os apreciadores de sua arte.

Menção Honrosa: Blair Oberlin “Se Sai”

Blair é uma drag queen paraibana que também investiu no funk, em um clipe cheio de atitude da música “Se Sai”. Não apenas com o interesse de divertir, sua musicalidade é repleta de representatividade e de crítica e também posso considerá-la uma grande aposta para a cena musical drag nacional. Espero pelo lançamento de novos trabalhos no mesmo estilo e, desta feita, dançar bastante seu funk em muitas festas.

Portanto, aqui estão mais 10 sugestões de drags cantoras brasileiras, que valem muito a pena conhecer, não apenas escutando suas músicas mas as prestigiando aonde quer que elas estejam. Sabe-se que a arte drag está se popularizando, mas mesmo assim há muitas dificuldades para se manter um trabalho e conquistar um espaço. Por este motivo, é de suma importância que o público também ajude a estimular o trabalho das queens, seja assistindo aos shows, seja ouvindo suas músicas ou até mesmo com uma palavra carinhosa e amiga quando as encontram.

Vale reforçar que a produção musical das queens, por mais que muitas vezes seja amadora (afinal é extremamente dificil conseguir estrutura para manter) é de suma importância para  a popularização da arte drag. Nesse sentido, a ampliação do público da arte drag, seja por meio da música ou qualquer outra forma de entretenimento é essencial para que cada vez mais a sociedade perceba esta arte transgressora de forma respeitosa e importante para a quebra de paradigmas.

gor é publicitário e bacharelando em direito com especialização em linguagem jurídica. Escreve sobre música e cultura pop. Apaixonado por cinema, games e drag queens | Para segui-lo no instagram: @igoricael

2 Comments

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Último post de Dicas

Ir para o Topo
Pular para a barra de ferramentas