CONSCIÊNCIA COLETIVA

Judith Butler fala sobre conservadorismo, religião e resistência

em LGBTQI/Novidades/Opinião por

Apesar das inúmeras matérias e vídeos sobre a violência sofrida por Judith e Wendy Brown, sua companheira, no aeroporto de Congonhas, é importante potencializar a sua voz, principalmente no que diz respeito a sua militância e ao seu pensamento filosófico e acadêmico. 

Com a onda permanente de conservadorismo, é necessário manter aberto um canal de diálogo com aqueles que desconhecem o trabalho desenvolvido pela pesquisadora americana e estão, de fato, dispostos a estabelecer um contato honesto. É perceptível, o grupo que condenou a vinda de Judith e estava presente na recente passeata onde cartazes estampavam frases como: mais príncipes / mais princesas, desconhece totalmente o que ela defende e não parece aberto ao diálogo. Quando não existe caminho para a troca de ideias e o respeito, só nos resta lutar, resistir e avançar.

A seguir uma fala importante de Judith em recente passagem pelo Brasil, o material foi disponibilizado pelo canal Tvboitempo.

# Não esquece de seguir o anallógicos nas redes sociais

Facebook
Instagram
Twitter

Facebook Comments

Raphael é professor, formado em Ciências Econômicas, Letras e atualmente se dedica ao mestrado em Educação. Escreve sobre música, comportamento e cinema. É apaixonado por Twin Peaks, playlists e quase sempre pelos amigos. Publica mensalmente dia 9, save the date | Para segui-lo no Twitter: @RaphaelAlves

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Último post de LGBTQI

Ir para o Topo
Pular para a barra de ferramentas