CONSCIÊNCIA COLETIVA

“Rainbow”, o tocante e emancipador clipe de Kesha

em Música/Notícias por

Kesha não para – após lançar seu aclamado e esperado álbum “Rainbow” – antes precedido pelos maravilhosos  clipes de Praying e Learn to Let You Go, ela lança um clipe simples e bastante emocionado da faixa título. Neste novo trabalho, a cantora nos revela a sua persona através de uma sonoridade mais orgânica e bem autoral, bem distante da Ke$ha ( com cifrão mesmo) de voz metalizada e que aparentava não tomar banho de outrora. Em meio a uma época em que artistas masculinos estão comandando as paradas, as artistas femininas tem demonstrado uma maior ousadia para reformularem suas sonoridades ou até mesmo reciclarem as formas que faziam suas músicas, apresentando-as em uma roupagem mais interessante, como Miley Cyrus em “Malibu”, Selena Gomez em “Fetish” e Claudia Leitte com o seu relevantíssimo “Baldin de Gelo”.

O clipe da faixa é o símbolo dessa nova fase da cantora, que apresentou uma nova sonoridade e demonstrou um trabalho vocal impecável. Sem perder o estilo extravagante, percebemos uma Kesha mais natural, interagindo com os músicos no inicio do clipe e visivelmente muito feliz com o momento que está vivendo. É bastante gratificante perceber uma artista como ela demonstrando estar confortável com o que está fazendo. Tanto que interpreta com maestria a canção, que possui uma letra de autosuperação. Diante de tantas batalhas travadas contra Dr.Luke e tantos traumas sofridos, a letra cai como uma luva para ela, que ainda convive com todas as dificuldades de outrora – O clipe nos mostra uma Kesha visceral, profissional e que corrobora a artista ímpar que ela é

gor é publicitário e bacharelando em direito com especialização em linguagem jurídica. Escreve sobre música e cultura pop. Apaixonado por cinema, games e drag queens | Para segui-lo no instagram: @igoricael

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Último post de Música

Ir para o Topo
Pular para a barra de ferramentas