CONSCIÊNCIA COLETIVA

Identificado corpo de James Byron Haakenson, uma das vítimas do serial killer John Gacy

em LGBTQI/Notícias por

No dia em que chegou em Chicago, no ano de 1976, James Byron Haakenson fez contato com sua família e depois nunca mais foi visto. O garoto é a 24ª vítima identificada recentemente do serial killer John Wayne Gacy , também conhecido como O palhaço assassino.

A mãe de Haakenson  passou anos tentando descobrir o que aconteceu com seu filho, mesmo suspeitando que ele teria sido uma das vítimas do Wayne. Ela morreu sem descobrir a verdade. Só agora o departamento de Cook contactou a família para confirmar que concluíram os testes de DNA e que Haakenson  estava entre os corpos enterrados na casa de Gacy.

“Não é todo o dia que você escuta isso: um monstro assassinou seu irmão”, disse sua irmã, Lorie Sisterman, à filial da Chicago CBS. “Não é apenas uma conversa diária e normal que você tem com um detetive de um estado diferente que lhe diz esta notícia horrível”. O DNA da própria Lorie  foi usado para identificar o corpo.

Antes dos seus crimes, Wayne era tido como um cidadão perfeito, que muitas vezes vestia roupa de palhaço para animar crianças nas ruas e nos hospitais. Era considerado um bom pai e um homem muito educado. Muitas pessoas relatam que ele sempre foi aficionado por adolescentes. No ano de 68 chegou a ser preso e acusado de sodomia , sendo liberado pouco antes de 2 anos, por boa conduta.

John Wayne Gacy

Foi no ano de 1972 que a sua onda de matança começou. As vítimas foram todos garotos adolescentes.  Sua primeira vítima se chamava Tim Mccoy, que após aceitar uma carona, foi torturado e brutalmente assassinado. Muitos acreditam que esse primeiro crime não foi planejado e sim um ato impulsivo, que gerou posteriormente um sentimento de prazer. No total foram foram 33 corpos encontrados, 27 deles foram enterradas debaixo da sua casa.

O homem costumava se vestir de palhaço e ler a bíblia enquanto torturava suas vítimas. Wayne foi preso no natal de 1978  e é considerado um dos piores assassinos em série do século 20. Ele chegou a fornecer uma entrevista bizarra em 1992 para a CBS, enquanto tentava escapar da sentença de morte e sua irmã esteve no programa da Oprah em 2010, contando um pouco do perfil do seu irmão antes dos crimes. Ela alega que ele sofreu inúmeros abusos psicológicos e era muito humilhado pelo próprio pai.

Na entrevista para a CBS ele tenta se colocar sempre como vítima e não parece muito preocupado com as famílias das vítimas. É uma entrevista bastante triste e causa até hoje um forte sentimento de repulsa. Wayne foi executado em 10 de maio de 1994, com forte apoio e participação popular.

12 de Junho de 1981, corpos encontrados na casa de Gacy são enterrados.

Esse é um caso emblemático e muito triste que até hoje entristece e revolta a comunidade LGBTQ.

Outras seis vítimas ainda não foram identificadas.

Facebook Comments

Raphael é professor, formado em Ciências Econômicas, Letras e atualmente se dedica ao mestrado em Educação. Escreve sobre música, comportamento e cinema. É apaixonado por Twin Peaks, playlists e quase sempre pelos amigos. Publica mensalmente dia 9, save the date | Para segui-lo no Twitter: @RaphaelAlves

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Último post de LGBTQI

Ir para o Topo
Pular para a barra de ferramentas