CONSCIÊNCIA COLETIVA

Dois Livros sobre história, política e LGBTs que merecem ser lidos (infelizmente não traduzidos)

em Estrangeira/Leitura por

Essas são duas descobertas recentes, uma lida e outra ainda não. Os dois livros foram escritos por americanos e são referências importantes nos estudos históricos sobre LGBTs.  Infelizmente não existem edições em português, o que é no mínimo bem ruim. O primeiro se chama Coming Out Under Fire: The History of Gay Men and Women in World War Two , escrito por Allan Berube, que faleceu há exatamente 10 anos. O livro, lançado em 1990, retrata um tema da história LGBT que não foi muito abordado na Tv ou no cinema, que é o que significava servir ao exército, sendo LGBT  durante a Segunda Guerra Mundial. O autor narra histórias comoventes sobre homens e mulheres que vivenciaram experiências das mais diversas dentro do contexto opressor e violento daquela época. Achei um bom registro, bem escrito e com passagens emocionantes.

O segundo se chama  The Lavender Scare: The Cold War Persecution of Gays and Lesbians in the Federal Government, escrito pelo historiador David Johnson.  A maior contribuição desse trabalho, de acordo com os leitores,  é que ele consegue enxergar as pautas LGBTs a partir da relação que essa comunidade vem mantendo com o governo (nesse caso o dos EUA, principalmente na Guerra Fria). David também fala sobre a  perseguição por parte dos políticos aos seus funcionários gays e lésbicas nos anos 50 e 60.  Ele documenta também uma série de passagens homofóbicas ditas por senadores e destaca com coerência as origens e a continuidade do movimento dos direitos LGBTs que procuraram combater as políticas anti-LGBTs do governo federal. Parece ser bem interessante.

O primeiro se transformou em um documentário com o nome Coming Out Under Fire, que foi lançado em 1994 e dirigido por Arthur Dong. Encontrei torrent e legenda, não foi tão difícil, pretendo ver em breve. A avaliação da crítica foi bem positiva.

Allan Berube (autor), Sarah Davis e Arthur Dong (diretor)

Segue o trailer do doc

PS: É importante deixar claro que muitas passagens dos livros trazem uma visão ainda restrita sobre a diversidade dentro da própria comunidade LGBTQ. Além do fato de que falam sobre contextos e realidades bem demarcadas, pelo tempo e pela geografia. De qualquer forma, vale a leitura.

Facebook Comments

Raphael é professor, formado em Ciências Econômicas, Letras e atualmente se dedica ao mestrado em Educação. Escreve sobre música, comportamento e cinema. É apaixonado por Twin Peaks, playlists e quase sempre pelos amigos. Publica mensalmente dia 9, save the date | Para segui-lo no Twitter: @RaphaelAlves

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Último post de Estrangeira

Ir para o Topo
Pular para a barra de ferramentas