CONSCIÊNCIA COLETIVA

As 45 músicas internacionais mais legais de 2016 (parte 2)

em Dicas/Música por

Continuando a nossa viagem, segue o segundo bloco com as canções de 2016 que não devem ser deixadas para trás.

Esse é um bloco bem diversificado, apesar da predominância do hip hop, temos diversos estilos flertando entre si. Os destaques ficam por conta de vocês.


34 – Joan Thiele – Lost Ones

Esse foi o folk pop que não parei de ouvir. Com seus 25 anos e nascida na Itália, Joan tem um voz deliciosa. O disco inteiro lançado por ela ano passado é bom, escutem também Heatbeat e Save Me. Lost Ones é tipo uma apresentação geral da proposta. Nela a artista experimenta um rap melódico que você vai querer ouvir o dia inteiro. Vale registrar que esse é mas um clipe que eu não parei de ver.


33 – Grimes – Medieval Warfare

Esquadrão Suicida foi um filme bem decepcionante, em quase todos os sentidos. Apesar do fracasso de crítica, a trilha sonora foi muito bem recebida. Nela temos essa produção poderosa, cheia de revolta, da canadense Grimes.


32 – Leon Bridges – River

Aqui tem balada com toque gospel, daquelas que a gente escuta e, apesar das questões de fé, vai ficando emocionado. Gosto dessa coisa do rio representar um caminho de entrega e sou um fã da voz do Leon. Por sinal, ele tem uma sinceridade que parece faltar em artistas como Sam Smith.


31 – MØ – Final Song

A voz de Lean On do Major Lazer vem tentando emplacar um hit e Final Song é a que chegou mais perto disso. Apesar do flerte com a sonoridade pós aquele disco do Justin Bieber, eu curto muito a letra dessa música e acho que ela cumpre o papel de ficar na cabeça quando termina.


30 – Azealia Banks – The Big Big Beat

Polêmica presente!
A verdade é que mesmo sendo essa moça polêmica, que divide opiniões, Azealia é uma rapper sensacional, talvez a melhor da atualidade. Ano passado ela lançou essa música que mistura uma batida dance, bem retrô, com aquela urgência na letra que só consegue trazer. Acho que Azealia tem um forte diferencial, ela é uma excelente cantora, quando não está fazendo rap. A voz da moça é sensacional e  The Big Big Beat está, sem dúvida, entre as melhores músicas para as pistas de dança.


29 – Lizzo – Phone

Aqui está uma rapper que merece tocar em todos os lugares, não entendo como ela ainda não estourou. Phone é poderosa, tem uma pegada excelente para aqueles dias de preguiça na academia, além de ter uma letra super divertida. Outro single lançado pela artista se chama Good As Hell, que poderia facilmente entrar nessa lista.


28 – The XX – Hold On

Banda indie tentando flertar com outras sonoridades é sempre uma coisa curiosa. Como The XX tem vozes facilmente reconhecíveis e que juntas combinam perfeitamente, qualquer mistura soa bem. Hold On não é um primor, mas é sem dúvida um dos lançamentos mais arriscados e legais de 2016.


27 – Whitney – No Woman

Banda de folk indie dos EUA, formada em 2015, lançou essa música linda, relaxante e melancólica, sobre o amadurecer. É para ouvir naquelas manhãs cinzentas e solitárias.


26 – SOHN – Signal

Christopher Taylor é um artista britânico, que lançou esse single excelente em agosto do ano passado. Vi o clipe,  dirigido pela maravilhosa Milla Jovovich, que também atua na projeção e me apaixonei, vale a pena.2


25 – Angel Olsen – Shut Up Kiss Me

Com quase 30 anos, Angel é uma cantora de folk e guitarrista norte americana que lançou esse disco classudo chamado My Woman. Repleto de letras pessoais, a poesia da artista é embalada por uma atmosfera tão melancólica que as vezes exige uma certa urgência. Shut Up Kiss Me é um desses momentos.


24 – AlunaGeorge – Mean What I Mean

O duo londrino que tocou aqui no último Rock In Rio,  lançou um disco super dançante, repleto de músicas que não vão sair da sua cabeça. Mean What I Mean é mais um hit injustiçado. Foi a música que mais ouvi no ano que passou e que não saiu até hoje da minha playlist. Com a participação de duas rappers poderosas: Leikeli47 e Dreezy, o single é um hino sobre o empoderamento da mulher e sobre como as pessoas sempre deturpam o que elas estão querendo dizer. Vale a pena ouvir bem alto.


23 – JONES – Melt

Quando o clipe dessa música, dirigido por Davis Silis, foi lançado, lembro que fiz um post reforçando o quanto ele é bonito e simples. Melt é uma delicia de música, daquelas que fará seu dia começar bem. A música e a voz de JONES continuam sendo uma maravilha de descoberta.


Leia também 5 músicas dos anos 2000 que não deveriam ter sido esquecidas


22 – KAYTRANADA – Got It God (feat. Craig David)

Essa música não ganhou um clipe bem produzido, mas foi bem executada lá fora. Eu a conheci catando esses vídeos de grupos de dança nas academia e descobri que ela foi bastante usada com essa finalidade. Foi um pulo para me apaixonar pela música e perceber como 2016 poderia ter dado chance pra tanta gente talentosa. KAYTRANADA tem apenas 24 anos e é do Haiti.


21 – Nicki Minaj – Black  Barbies (Remix)

Black Beatles foi lançada por Rae Sremmurd com participação de Gucci Mane. Apesar de ter adorado a produção, eu não gostava muito do tom machista da música. Quando chamam Nicki Minaj e o produtor Mike Will Made It, para remixar a canção, a coisa toda ganha outro nível. Com uma letra que soa como uma reposta a versão original, é quase impossível não se render ao poder da Nicki e de Black Barbies.


20 – The Weeknd – False Alarm

Apesar de Starboy ter sido o grande hit do recente disco do The Weeknd, confesso que prefiro False Alarm. Gosto do refrão, da batida urgente e achei o clipe tão maravilhoso que fiquei vendo no repeat.


Logo logo iremos liberar o top 20, enquanto isso vocês já podem seguir e ouvir todas as músicas já listadas na playlist que criamos no Spotify.


Raphael é professor, formado em Ciências Econômicas, Letras e atualmente se dedica ao mestrado em Educação. Escreve sobre música, comportamento e cinema. É apaixonado por Twin Peaks, playlists e quase sempre pelos amigos | Para segui-lo no Twitter: @RaphaelAlves

  • Cibele

    Caraca quanta música boa mano.

  • Huguinho

    Raphael, quanta coisa boa rapaz.

  • Tiago

    Será que teremos Britney ainda nessa lista?

  • Bruna

    Fode mais com essa lista cara.

  • Ricardo Leal

    Cadê a parte final gente?

Último post de Dicas

Ir para o Topo
Pular para a barra de ferramentas