CONSCIÊNCIA COLETIVA

É preciso respeitar nossos limites: apenas pare!

em Comportamento/Opinião por

É difícil quando reconhecemos que chegamos ao nosso limite. Nessa hora, mesmo que o mundo caia sobre nós e exija que tenhamos fôlego para continuar, é vital e sábio que paremos, respiremos, tiremos um tempo para nós mesmos, sumamos de alguns espaços e nos revigoremos.

Não importa se você perderá um encontro, um prazo ou compromisso da faculdade/escola/trabalho, uma reunião de família, um cinema/bar/show com os amigos. Apenas pare! E não absorva – nem somatize – quando pedirem satisfações acerca do “descompromisso”. Se as pessoas, ou coisas, não percebem que cada um tem seu tempo de acompanhar os tempos do mundo, não vale a pena que você absorva o que dizem.

Nunca se permita colocar sua saúde física e psíquica em risco porque o mundo e as pessoas querem de você aquilo que você não tem, ou não pode dar no momento exigido. Só você sabe das suas capacidades, do que você pode fazer, quando pode fazer e como pode fazer.


Leia outros textos de Richard Fernandes


Recite um mantra pessoal, cante uma canção preferida, tire umas férias de minutos/horas/dias/meses, coma/beba/faça com moderação o que você mais gosta, ligue para os seus familiares (ou pessoas que você ama muito). Permita-se pausar. Ou mais: permita-se respeitar (foco nessa palavra) seu limite.

E, principalmente, não se sinta culpado por simplesmente abrir mão das coisas pelo fato de você não aguentar mais. Normal é saber que não se pode tudo, mas que se pode tentar quando for possível. Não é normal que você ache que pode e aguenta tudo porque os outros (nem sempre pessoas) te cobram isso. Aliás, também não ouse se cobrar, isso é ainda pior.

Você é capaz de sobreviver a isso, mesmo que muitas vezes sobreviver não faça sentido. O mundo pode não parar, mas você pode, pois o mundo não tem limites, você tem. Isso pode soar inconsequente, mas não é. Isso é sobre saúde, sobre viver a vida da forma como deve ser vivida (talvez).

Respeite seus limites. Não se culpe. Pare. Respire. A partir disso você pode recomeçar.

Sinta-se abraçadx.

Último post de Comportamento

Ir para o Topo
Pular para a barra de ferramentas