CONSCIÊNCIA COLETIVA

Dica de Filme: Qualquer Hora Dessas

em Cinema por

Verdades nuas e cruas. Segredos guardados em “quartos do pânico”, lá também podem se encontrar relacionamentos doentios e abusivos.

O pressuposto é válido quando se trata de “Qualquer Hora Dessas”, filme premiado de Monteiro Júnior. Esse longa parece uma viagem pessoal sobre temas relevantes em relacionamentos modernos, nele somos brindados com pouco mais de uma hora de reflexão intensa na tela. É quase impossível não se identificar,  principalmente aquelas pessoas que já se envolveram em algum embaraço nas suas experiências afetivas. 

Dentro de um quarto e nus, os protagonistas expõem o jogo de poder e dominação que permeia as relações modernas. A nudez aqui reforça a condição de pureza humana, que em seu estado natural parece doentia. Isto é ainda mais notável nas divagações “Dele”, quando reflete sobre a condição humana, sobre a velha mania de nos vestirmos de diferentes personagens no dia a dia apenas em busca de socialização e aceitação. 

qualquer-hora-dessas-entre-os-cantos

O domínio da técnica reforça de forma sinestésica as sensações transpostas pelo roteiro. A fotografia sépia consegue extrair as cores de cena, tornando assim o ambiente isento de ideias otimistas. Os atores são um show a parte, conseguem transpor com sucesso as alternâncias entre as posições de dominante e dominado sem sequer falar (os diálogos foram feitos em gravação posterior e inseridos por cima do vídeo). O diretor também acerta em alguns momentos, como por exemplo, ao fechar o campo da câmera, delimitando o espaço mostrado a uma curta janela, pequena demais para caber o peso da narrativa.

img2

Em uma sociedade  líquida, como afirmam alguns, em que o egoísmo pondera nas relações sociais, fazendo com que se busque sempre a afirmação de um “eu” interior, que sofre o mínimo possível de interferência externa, “Qualquer Hora Dessas” traz um peso crítico-reflexivo muito grande (por vezes grande demais), e faz-se necessário como um contraponto ao idealismo de personalidade criado principalmente a partir da interferência das redes sociais. Não deixem de conferir. 

Direção: MONTEIRO JÚNIOR
Duração: 70 MIN
Ano de produção: 2012
País: Brasil (Piauí)
Classificação indicativa: 16 ANOS

Prêmios 


. 7º Festival Nacional de Cinema dos Sertões [Mostra competitiva], com o filme Qualquer Hora Dessas [ESCALET, 2012]
. Semana do Audiovisual – SEDA [Abertura], com o filme Qualquer Hora Dessas [2013]
. 10º Festival de Cinema de Maringá [Mostra competitiva], com o filme Qualquer Hora Dessas [Maringá, PR, 2013]. . .  Melhor Roteiro de Longa Metragem, com o filme Qualquer Hora Dessas [7º Festival Nacional de Cinema dos Sertões, 2012]
. Melhor Roteiro de Longa Metragem, com o filme Qualquer Hora Dessas [7º Festival Nacional de Cinema dos Sertões, 2012]
. Melhor Filme de Longa Metragem pelo Júri Popular, com o filme Qualquer Hora Dessas [7º Festival Nacional de Cinema dos Sertões, 2012]
. Melhor Atriz de Longa Metragem [Jarleni Silva], com o filme Qualquer Hora Dessas [7º Festival Nacional de Cinema dos Sertões, 2012]

Último post de Cinema

Ir para o Topo
Pular para a barra de ferramentas